A BIODIVERSIDADE ESTÁ AMEAÇADA PELA AÇÃO IMPETUOSA DO HOMEM!

A BIODIVERSIDADE ESTÁ AMEAÇADA PELA AÇÃO IMPETUOSA DO HOMEM!

segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Entenda o fenômeno do Pilar Solar


19 ago 2011 -

Conhecimento: entenda o fenômeno do Pilar Solar


Reflexão, difração e refração dos raios luminosos quase sempre produzem belos e enigmáticos efeitos visuais, alguns deles até beirando o sobrenatural. Arco-íris e miragens são os mais conhecidos. No entanto, existem outros efeitos um pouco mais raros, como o Pilar Solar, uma verdadeira coluna de luz que emerge no horizonte.
Pilar solar
Clique para Ampliar

Quando dirigia seu carro pela cidade de Ontário, no Canadá, o fotógrafo Rick Stankiewicz se deparou com uma dessas colunas e imediatamente registrou o fenômeno, descrito por ele como "estranho e maravilhoso". Na cena, um poderoso feixe de luz vermelha parece brotar do horizonte e atinge as nuvens espalhadas quilômetros acima, lembrando raios lasers disparados contra o céu nos espetáculos ao ar livre.
Batizado como Pilar Solar ou Pilar de Luz, o fenômeno é produzido por cristais de gelo que se formam na alta atmosfera. Ao caírem, têm sua face posterior aplainada pela resistência do ar, permitindo que a luz do Sol vinda de baixo seja refletida em direção ao solo. O resultado é a formação de uma gigantesca coluna de luz que pode medir entre 5 e 10 graus angulares, o equivalente entre 10 e 20 vezes o tamanho visual do disco solar.

Como funciona o pilar solar

Os pilares podem surgir de cima para baixo do Sol ou ao contrário, dependendo de como a luz atinge a face aplainada do cristal. Além disso, a largura do pilar é determinada basicamente pelo ângulo da luz incidente e quanto mais inclinado estiver o cristal, mais largo parecerá o pilar. Algumas vezes, correntes de ventos deslocam os cristais e fazem o pilar se mover sobre o horizonte.
Apesar de serem conhecidos por se formarem pela reflexão da luz solar, os pilares luminosos também podem ser criados artificialmente pela presença de intensas fontes luminosas terrestres. Quando cristais de gelo flutuam próximos a você, pilares, halos e outros efeitos luminosos podem ser vistos em torno de postes de iluminação a poucos metros de distância, criando um efeito ainda mais interessante!



Fotos: No topo, pilar solar registrado pelo fotógrafo Rick Stankiewicz, em Ontário, Canadá. Acima, diagrama mostra como a luz é refletida nas faces planas do cristal de gelo. Crédito: Rick Stankiewicz/Nasa/Apod, Apolo11.com



13 de janeiro de 2009

Estranhos pilares de luz aparecem no céu da Latvia

 Será esta a iluminação de natal mais incrível do mundo? Ou portais intergalácticos de transporte alienígena?

image


Olhando a imagem acima com a lupa científica, no entanto, estas luzes na cidade de Sigulda, República da Latvia, possivelmente envolvem cristais de gelo que caem do céu e refletem as luzes novamente.

A razão pela qual os pilares se abrem no topo, no entanto, ainda é desconhecida.

A foto acima e diversas outras similares foram tiradas com uma câmera digital comum no mês passado. O ar estava bem frio e cheio de cristais de gelo, exatamente o tipo conhecido por criar variados e incríveis efeitos, mas que são fenômenos bem conhecidos como pilares de luz, pilares de sol, pilares caninos que você pode ver abaixo.


image
Pilar solar


image
Cães solares (nas laterais)

O inverno gelado e cheio de neve do hemisfério norte está dando aos entusiastas do céu novas e inesperadas oportunidades de ver vários destes fenômenos ópticos atmosféricos.

Fonte:
HYPESCIENCE, link: http://hypescience.com/estranhos-pilares-de-luz-aparecem-no-ceu-da-latvia/

       
Reflexões do Sol   Atualizado em 10 de maio de 2010  


       
Ao amanhecer, quando a atmosfera está fria, por vezes pode ver um pilar solar. Um pilar solar é um reflexo do sol nascente nas agulhas de gelo, caindo suavemente, folha morta no chão.
Este fenômeno notável óptica em torno do Sol é devido à vertical feixes de luz a partir do topo e base do Sol, quando ela está baixa no horizonte (entre 6 e 20 graus).

Se cristais de gelo são orientadas paralelamente uns aos outros caíram, os raios refratados se combinam para produzir intensa pontos claros em ambos os lados do dom.

Os pilares solar não vai durar muito tempo e eles podem ver um pouco antes de dissipar-se na penumbra de se tornar um sol configuração mais escura.

As colunas de luz visíveis acima do Sol, mesmo após o seu desaparecimento por trás da linha do horizonte. A distinção é às vezes mais colunas que convergem para o sol já está definido.

O pilar solar pode aparecer sob o sol, especialmente se o espectador está a uma altitude elevada. Estas colunas verticais de luz também pode ser formada ao redor da lua.

Este belo pôr do sol é adornada com um link aparência luminosa coluna entre o céu ea terra.

* Fotografia de Norman Lake, North Carolina (EUA). Ao pôr do sol, o ar frio, os cristais de gelo suspensos refletir a luz solar, formando uma coluna de pilar chamado de luz solar.
A luz vermelha do pôr do sol ilumina o cirrus bancos e altocumulus orbitando acima.

Imagem Holdsclaw Therry.


pilar solar, uma ligação entre a Terra eo Céu
         
As sombras do crepúsculo
       

       
O que poderia causar esses raios pretos?
É um fenômeno surpreendente que cria estas sombras familiar. Esses raios são originários do oeste espetacular escuras do Lago Michigan, esta imagem foi tirada em Julho de 2010 a partir de Pentwater, Michigan, EUA.

Estas são as nuvens perto do horizonte, tingido de vermelho, que bloqueiam a luz solar, resultando em prolongamento do seu invulgar colunas escuras convergindo para o pôr do sol. A luz solar é refletida no ar por trás da nuvem, o que torna esta coluna de ar estranhamente escura.

Estas sombras das nuvens são apenas o complemento de raios crepusculares, estas lacunas bastante comum nas nuvens, onde a luz solar se apressa.

  Visto nesta imagem alguns raios crepusculares.
As cores do pôr do sol quando o sol está baixo no horizonte são devido aos raios de luz que passam por uma espessa atmosfera para o horizonte e vertical.

Às vezes, no lado oposto ao Sol no leste, pode-se observar também anti raios crepusculares.

Este fenômeno também é chamado o crepúsculo anti arco, ou cinto de Vênus.

* Fotografia do Lago Michigan. Credit & Copyright: Voigts Kurt

 
sombra do crepúsculo
       

Extraído de: http://www.astronoo.com/actualites/pilarSolar-pt.html

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

LIKE-FACEBOOK

VISITORS

free counters

solar terrestrial data