A BIODIVERSIDADE ESTÁ AMEAÇADA PELA AÇÃO IMPETUOSA DO HOMEM!

A BIODIVERSIDADE ESTÁ AMEAÇADA PELA AÇÃO IMPETUOSA DO HOMEM!

terça-feira, 4 de outubro de 2011

O HOLOGRAMA DA VIDA



* Enviado amorosamente por nossa querida
Irmã Tatiana Cito

Outubro de 2011.
Judith Coates




Amados, vocês ouviram muitas vezes que vocês criam a sua própria realidade – letra “r” minúscula – e que vivem nesta realidade e não estão separados de sua realidade. Eu usaria um exemplo mostrado em um dos seus filmes de ficção científica, conhecido como “Guerra nas Estrelas”, onde mostravam o holograma de uma luta de espadas, e aqueles no filme estavam assistindo à luta de espadas como ela seria, se fosse na frente deles. Vocês se lembram deste?

Este é verdadeiramente um bom exemplo do que vocês estão fazendo. Vocês estão criando um holograma muito maior, convidando todos os seres para que fiquem em seu holograma para jogarem uns com os outros, ou não, e vocês estão assistindo o que está acontecendo. Vocês convidaram a todos para que façam parte do que vocês estão experienciando. E muitas vezes o ego separado irá ao palco e dirá: “Bem, se vocês estão criando este holograma e vêem que não há guerra em curso entre irmão e irmão e irmã e irmã, vocês devem estar fazendo algo errado. Vocês são culpados ao trazerem o que chamam de negativo à cena.”

Mas, na verdade, quando vocês recuam disto e ficam no lugar do espectador, vocês observam como até mesmo os atos aparentemente mais terríveis trazem o despertar nas pessoas que estão envolvidas naqueles atos e também naqueles que estão assistindo ao que está acontecendo, trazido a eles na tela da televisão, através do seu noticiário, algumas vezes sentindo o seu coração aberto para aqueles que estão participando daqueles eventos.

Há muito mais acontecendo além das aparências, e há muitas oportunidades para o amor e o despertar. Muitas vezes uma experiência que parece ser a mais terrível, permite ver e sentir a compaixão, a simpatia, a compreensão, onde o coração se abre e há Unidade com a pessoa ou pessoas que estão passando por uma experiência, de modo que vocês sintam como se estivessem andando nas sandálias delas.

Na verdade, vocês andaram nas sandálias delas. Vocês experienciaram a guerra, o conflito, o desafio, caso contrário, não haveria o cartão em seu computador, que registra e diz: “Sim, eu compreendo isto.” Vocês viveram aquelas existências e agora compreendem como é estar em tal situação, e o seu coração se abre, e vocês compreendem que de maneiras mundanas podem ajudar aqueles com as moedas de ouro, ou com os dons intangíveis da prece e da meditação.

E assim isto lhes traz um conhecimento da Unidade. Tudo – como eu lhes digo inúmeras vezes – leva à compreensão da Unidade. Cada acontecimento, não importa como ele pareça, tem nele o potencial para o despertar e para a compreensão de que vocês são unos com os outros. Vocês compreendem os sentimentos. Vocês compreendem as jornadas. Vocês se compreendem porque estiveram lá, não importa o que esteja se passando. E o seu coração se abre para apoiar os outros em sua jornada.

Esta é a mensagem que eu lhes dei há dois mil anos, que realmente vocês são irmãos. Tudo está dentro de sua consciência – tudo o que vocês vêem, tudo o que experienciam, tudo o que vêem os outros experienciando e compreendem que o que eles estão passando, está dentro de sua consciência.

Há verdadeiramente somente Um tendo a experiência, pois o Um está se expressando como muitos. Isto é Quem e O Que vocês são. Vocês são o Um se expressando como muitos. Se não se lembrarem nada mais desta mensagem, lembrem-se de que a experiência que vocês estão tendo está dentro de sua consciência, e que vocês são o Um se expressando como muitos.

Aquilo que vocês buscam pode ser  tirado de sua consciência. Vocês são muito poderosos. Nós falamos sobre isto muitas, muitas vezes quanto a como são poderosos, tão poderosos, tão criativos que podem trazer o seu ponto da consciência ao espaço onde dizem: “Eu sou um corpo; eu sou uma personalidade separada das outras. Eu tenho talentos que estão separados dos outros. Eu dirijo um veículo diferente dos outros. Tenho desafios diferentes, uma família diferente, ensinamentos de gerações diferentes dos outros.”

O ego adora apoiar este script. Entretanto, como a energia, a energia infinita da Unidade, vocês se permitem se experienciar como separados. Mas, na verdade, vocês não estão.

Vocês já testaram isto ao longo da vida e encontraram algo ou alguém a quem amam, e se perderam neste amor. Vocês apenas vêem o objeto amado, seja outra pessoa, ou um animal de estimação, ou mesmo uma ocupação, e vocês sentem o amor incondicional expansivo, que por um momento não reconhece a separação.

Vocês sabem que são a mesma energia e amam tanto este ser ou esta expressão do ser, que perdem as limitações de quem se consideravam ser e ficam então na alegria, na divina alegria.

Agora, há coisas em seu holograma em que vocês querem mudar a forma e vocês podem fazer isto. Vocês trabalham com a permissão, olhando primeiro para o que há no holograma, enquanto compreendem como é a sua vida, e então permitindo que tudo seja visto como adequado. Vocês têm esta afirmação nas suas Sagradas Escrituras, que Deus – vocês – fizeram tudo e que no sétimo dia – em outras palavras, no último dia – vocês olharam para tudo e o chamaram de bom. Vocês se esqueceram desta parte.

Agora vocês olham as coisas e é habitual – mas se é um hábito, isto pode ser alterado – procurar o que está errado. Foi-lhes ensinado através das gerações a procurar o que poderia ser melhor, o que está errado, até uma pequena coisa que poderia ser aperfeiçoada um pouco. Já está perfeito, mas lhes foi ensinado por gerações – os pais, os avós, os antepassados, que disseram: “A vida é imperfeita”, e vocês quando pequenos disseram: “Bem, eles viveram mais anos do que eu; eles devem saber”, e assim vocês assimilaram a mensagem que lhes foi dada através de gerações.

As sementes foram plantadas há muito tempo, mesmo antes desta existência, e aquelas sementes do desejo de conhecer a harmonia e a Unidade, estão crescendo. Elas são como pequenas mudas crescendo, tornando-se mais fortes, tornando-se mais parte de sua consciência, e vocês trabalham com isto  de vez em quando, quando uma idéia chega até vocês e vocês se perguntam às vezes: “De onde veio esta idéia?” Bem, ela vem da pequena muda que foi plantada, talvez há muitas existências de querer despertar para o espaço da divindade, o espaço que conhece a Unidade com  Tudo, o espaço que diz: “Eu estou bem”, porque vocês estão, “e eu quero sentir isto. Eu mesmo começarei a reconhecer isto.”

Foi um treinamento habitual para olharem para fora de si mesmos, para a energia separada, individualizada e pedir a validação dos outros. “Se os outros vêem o meu valor e eles o refletem para mim e dizem como eu sou maravilhoso então eu devo ficar bem. Mas se eles não reconhecem o anjo que eu sou, a Luz que eu sou, o Filho – F com letra maiúscula – que eu sou, então eu não devo ser digno.” Foi um ensinamento de gerações por muito, muito tempo, olhar para fora, aparentemente, porque não há nada realmente fora de vocês, mas sim olhar para os outros à procura de validação.

Assim comecem a se validar. A primeira coisa pela manhã quando acordarem e respirarem profundamente, saibam que verdadeiramente vocês são uma obra milagrosa que permite esta respiração profunda para energizar o corpo. Reconheçam o milagre que vocês estão fazendo neste momento de se concentrar na forma de energia que vocês reuniram chamado de corpo. Reconheçam o milagre que não estava ali um momento antes disto. Vocês são seres maravilhosos, que podem reunir este holograma e chamá-lo de real.

Agora a sua Realidade – “R” com letra maiúscula – é o que lhes permite usar a energia para criar a sua realidade – “r” com letra minúscula – e sentir que esta realidade é verdadeira. Mas a sua verdadeira Realidade é divina.

Seu mundo está chegando a um espaço onde não é mais capaz de estar tão separado, um país do outro. Vocês têm uma compreensão global. Sua mídia tem percebido isto. E a sua Internet, a sua rede mundial de computadores é muito boa para mantê-los conectados àqueles que vocês nunca podem ver com os olhos físicos, mas sabem o que está acontecendo com eles.

Vocês têm uma compreensão neste ponto que parece que tudo está em caos. Um pouco disto está passando por turbulências e ainda continuará a passar por algumas agitações, porque vocês queriam conhecer a harmonia global. E assim, portanto, o seu holograma, como vocês o estão criando, diz: “Bem, nós tempos que ter alguns ingredientes aqui de mudança. Se isto não for harmonia global no momento – e não é, como parece – precisamos ter alguma mudança.”

E assim, no holograma que vocês estão desenvolvendo momento a momento com a sua consciência, há turbulências. Mas as turbulências – como lhes dissemos muitas, muitas vezes – são adequadas. São necessárias. Pois quando vocês saem para lavrar o solo, fazer algo como o jardim ou as culturas agrícolas, a primeira coisa que vocês fazem, é lavrar o solo. Vocês o revolvem e então plantam.

E como eu disse, vocês plantaram. As mudas estão crescendo, e vocês estão sabendo da bondade destas mudas. Ainda que o ego diga: ”Oh, bem, você tentou isto antes e não irá funcionar”, mais uma vez vocês nutrem esta muda de esperança, dizendo: “Olha eu quero que o meu holograma seja diferente.” E assim, com determinação para ver as coisas de modo diferente, acontece. Tem que acontecer.

Vocês são Seres criativos, expressando-se aparentemente como muitos, criando momento a momento aquilo que experienciam em sua consciência. Assumam isto profundamente em sua consciência. Vocês são Seres criativos, expressando-se aparentemente como muitos, criando momento a momento aquilo que experienciam em sua consciência.

Vocês fizeram isto por muitas, muitas vidas, tantas vezes que o ego diz: “Bem, você tem evidência que o que quer que seja que tente mudar para melhor, não irá funcionar.” Mas, onde está esta “evidência”? A “evidência” reside na memória, em um programa de computador antigo que, na verdade, está obsoleto; ele não funcionará mais em seu computador.

Vocês têm verdadeiros programas de computador que são assim. Eles lhes serviram bem por algum tempo, e então vocês adquiriram um novo computador, ou o atualizaram, e o que aconteceu? O velho programa não funcionaria. Bem, isto é onde vocês estão agora com o holograma que estão vivendo. Alguns daqueles velhos programas não funcionam mais.

Aquilo que aparentemente lhes aconteceu há muito tempo nesta vida ou mesmo ontem, onde ele existe? Verdadeiramente, em nenhum lugar. Somente na memória quando vocês o trazem e tentam revivê-lo. Mas, não é real. Não é mais real. E vocês, como mestres criativos que são, podem dizer: “Desapareça. Eu não quero você em minha memória. Você é um velho programa que não mais me serve. Eu o substituirei por uma atualização.”

Como Seres Criativos que são, vocês podem mudar tudo e qualquer coisa no holograma que estão vivendo se tiverem a vontade e a determinação para respirar e dizer: “Eu estou determinado a ver as coisas de forma diferente. Ei, você sabe, a vida é realmente muito divertida. Eu tenho muitos amigos. Meu grupo de amigos esteve crescendo e se expandindo, e realmente eu me sinto bem com isto. Pensei que tivesse somente um ou dois amigos, mas sabe, em todos os lugares que eu vou, eu faço um amigo. Eu os vejo como amigos, e assim eles são amigos. Eu tenho muitos amigos, e não tenho medo de ir a um novo lugar e fazer outro amigo. É um talento que eu tenho.”.

Quando vocês verem o outro como um amigo em seu holograma, isto é o que eles serão, o que eles terão que ser. Vocês são muito poderosos como mestres criativos. Vocês sorriem. Algumas vezes eles sorriem de volta imediatamente. Algumas vezes eles olham para vocês interrogativamente, como: “O que está acontecendo?” Mas está tudo bem. Vocês sorriram. Vocês colocaram Luz em seu holograma.

Vocês têm vivido vidas de hologramas escuros. Mas eles não mais estão com vocês, aqueles programas, e não mais lhes servem. Vocês não precisam deles. Vocês  atualizaram e os estão abandonando. Eles não existem mais para vocês, exceto quando os trazem à realidade do Agora. Assim, vocês não têm que tê-los como companheiros em seus hologramas.

Se vocês compreenderem este conceito e realmente o levarem ao coração, não apenas mentalmente, mas realmente assumirem esta mensagem no coração – que o que vocês estão vivendo é um holograma de sua criação – vocês começarão a compreender a Unidade. Se assumirem no coração e realmente sentirem a Unidade com todos, todo o seu holograma mudará e se transformará. Tem que ser assim, porque vocês o estão criando. Vocês são os que vivem no meio disto.

Se puderem – e vocês podem – saiam do holograma por um momento – e isto é o que eu falei como o Espectador – ver o holograma que estão criando e como um amigo, outro amigo, outro amigo e outro amigo, estão interagindo com vocês em um determinado tema, de uma certa maneira. Vocês começarão a compreender não apenas mentalmente – mentalmente é bom, é um bom início; tem que começar lá primeiro, porque tem sido o seu treinamento começar com o mental em primeiro lugar – mas então o levem ao coração e sintam como estão interagindo com todos e como vocês são parte do que estão olhando. Vocês estariam em reverência do que estão criando, não no julgamento. Não estejam no julgamento disto.

O ego, por causa da “evidência” habitual dirá: “Bem, este holograma não é realmente perfeito.” O ego, novamente, é um programa que vocês não precisam mais. Vocês concluíram com ele. Observem o holograma que vocês estão vivendo e o chamem de bom, porque ele é.

Levem esta mensagem ao coração. Examinem, como o Observador, o holograma do que estão colocando em sua realidade – “r” com letra minúscula. Não julguem, mas estejam em reverência pelo que criaram. Há somente UM de nós, criando, vivendo, experienciando o holograma da Vida. Vocês são o Um.

Que assim seja.

Jeshua ben Joseph (Jesus)
Expressando-se através de Judith Coates



Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br


Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

LIKE-FACEBOOK

VISITORS

free counters

solar terrestrial data