A BIODIVERSIDADE ESTÁ AMEAÇADA PELA AÇÃO IMPETUOSA DO HOMEM!

A BIODIVERSIDADE ESTÁ AMEAÇADA PELA AÇÃO IMPETUOSA DO HOMEM!

quarta-feira, 25 de julho de 2012

Falha impede reacoplamento entre nave russa e Estação Espacial


Falha impede reacoplamento entre nave russa e Estação Espacial


Uma falha no novo sistema de aproximação impediu que a nave russa Progress M-15M conseguisse se reacoplar junto à Estação Espacial Internacional. A falha ocorreu após uma manobra planejada de desacoplamento, mas foi abortada quando a nave russa estava a apenas 15 km da estação.
O objetivo da operação era permitir aos engenheiros russos testarem o novo sistema de navegação KURS-NA, atualmente em fase de certificação. O novo equipamento é uma versão melhorada do conjunto dos antigos sensores de manobra e uma das principais diferenças é uso de apenas três antenas no lugar das seis usadas atualmente.
Manobra Espacial
A manobra espacial teve início às 17h26 BRT de domingo (22), quando a Progress M-15M se desacoplou do módulo PIRS da Estação Espacial Internacional, ISS, distanciando-se 160 km do complexo orbital por cerca de 27 horas. Durante esse tempo diversos testes foram realizados e aparentemente tudo corria bem.
A operação de reaproximação e reacoplamento começou às 20h38 BRT de segunda-feira, fazendo com que a Progress se aproximasse a 15 km da ISS. Nesse instante o computador principal da nave entrou no modo de auto-teste e confirmou que a troca de dados entre as duas naves estava ocorrendo como esperado.
A aproximação continuou normalmente até às 21h23 BRT, quando um sinal enviado pela Progress indicou uma falha no sistema KURS-NA. Neste momento o computador de bordo colocou a nave em modo de abortagem, instruindo a Progress a se manter em distância de segurança. Às 23h37 BRT a Progress passou a apenas 3.8 km da ISS, quando foi instruída a se afastar novamente a mais 100 km da estação.
Nova tentativa
Segundo o CCVE, Centro de Controle de Voos Espaciais, da Rússia, as falhas são desconhecidas e os engenheiros estão trabalhando para uma nova tentativa de reacoplamento. Enquanto algumas fontes informam que isso poderá acontecer na quarta-feira, 25 de julho, outras mais cautelosas dão como certo que a nova manobra será realizada às 22h00 BRT no próximo sábado, 28 de julho.
Progress M-15M foi lançada em 20 de abril de 2012 e se acoplou à ISS dois dias depois, com o objetivo de entregar suprimentos e equipamentos à Expedição 30 da ISS. De acordo com o planejado a missão deverá durar até 30 de julho quando deverá ceder espaço no pórtico de acoplamento PIRS para a nave Progress M-16M, que deverá ser lançada em 1 de agosto.
Foto: Nave russa Soyuz acoplada ao módulo russo PIRS, anexado à estação Espacial Internacional. Crédito: Roscosmos, Apolo11.com. Direitos Reservados É vedada a utilização deste texto Leia nosso Termo de Uso e saiba como publicar este material em seu site ou blog 

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

LIKE-FACEBOOK

VISITORS

free counters

solar terrestrial data