A BIODIVERSIDADE ESTÁ AMEAÇADA PELA AÇÃO IMPETUOSA DO HOMEM!

A BIODIVERSIDADE ESTÁ AMEAÇADA PELA AÇÃO IMPETUOSA DO HOMEM!

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Marte: conheça algumas câmeras a bordo do jipe-robô Curiosity


Marte: conheça algumas câmeras a bordo do jipe-robô Curiosity

Quando o jipe-robô Curiosity enviou a primeira foto de Marte muitas pessoas criticaram a qualidade da imagem, dizendo que não era possível que com tanta tecnologia disponível a Nasa fosse fotografar Marte com câmeras tão ruins ou com resolução tão baixa. Mas não é bem assim.

Antes de falar sobre algumas das câmeras que foram enviadas para a missão, é importante destacar que as primeiras imagens enviadas não tinham o objetivo de fotografar o planeta em alta resolução. Era somente uma forma do Curiosity dizer "Cheguei. Vejam o local do pouso!".De acordo com o planejado, após pousar em Marte o computador de bordo do Curiosity deveria enviar dados de telemetria em velocidade muito baixa até o satélite Mars Orbiter, que serve de repetidora de sinais entre Marte e a Terra. A baixa velocidade de transmissão é necessária para permitir que os dados fossem recebidos corretamente, mesmo que as antenas do Curiosity e do satélite em orbita não estivessem perfeitamente orientadas.
Comparaçãod e Câmeras do Curiosity
Clique para ampliar
Assim, para evitar sobrecarga de dados apenas um thumbnail (amostra de imagem) de 64x64 pixels de tamanho foi enviado, mas apesar das pequenas dimensões foi o suficiente para mostrar a superfície marciana, para o deleite dos pesquisadores reunidos no JPL. Com a transmissão constante de dados em poucos minutos uma nova foto foi recebida, desta vez com 256x256 pixels de resolução.Em ambos os casos foram transmitidas imagens em preto e branco, já que fotos coloridas são maiores e mais pesadas para serem enviadas naquele momento. Em breve, quando as comunicações entre o Curiosity e a Terra estiverem totalmente operacionais, os pacotes de dados serão transmitidos com velocidade muito maior, permitindo enviar fotos com resolução mais alta.No total, o jipe Curiosity carrega 17 câmeras especialmente projetadas para a missão em Marte.Mast Camera (MastCam)A Mast Camera (MastCam) é montada sobre o mastro do robô e tem capacidade de fotografar em 3D em 8 comprimentos de onda diferentes dentro do espectro visível. Sua resolução é de 1600×1200 pixels e também pode fazer vídeos em alta-definição. Uma das câmeras, a Medium Angle Camera (MAC) tem distância focal de 34 mm, com ângulo e abertura de 15 graus, com capacidade de resolver 22 cm/pixel a 1 km de distância.
Curiosity Mast cam
Clique para ampliar
A outra câmera é a Narrow Angle Camera (NAC), com distância focal de 100 mm e campo de visão de 5.1 graus. Sua capacidade de resolução é de 7.4 cm/pixel a 1 km.Mars Hand Lens Imager (MAHLI)Responsável por fazer a primeira foto colorida do planeta, este experimento é uma câmera montada na extremidade do braço robótico do Curiosity e também tem resolução de 1600x1200. Possui um sistema zoom com distância focal entre 18.3 mm e 21.3 mm e campo de visão entre 33.8 a 38.5 graus. Possui duas fontes de luz própria, branca e ultravioleta e pode fazer fotos a partir de 2.3 centímetros.
Hazard avoidance cameras (Hazcams)Esta foi a câmera usada para enviar a primeira foto em preto e branco. Na realidade, tratam-se de quatro câmeras iguais montadas nas quatro extremidades do veículo. Sua função é auxiliar na navegação do veículo, evitando acidentes. Seu campo de visão é de 120 graus, capaz de observar três metros de largura do terreno à frente do robô.ResoluçãoAlguns podem achar que a resolução de 1600x1200 é muito pouco quando comparada às câmeras que encontramos nas lojas, mas não é. São equipamentos de última geração, com sensores CCD centenas de vezes mais sensíveis e construídos com características especialmente projetadas para os experimentos. Para se ter uma ideia, os sensores ópticos instalados nos principais telescópios em uso na Terra não têm essa qualidade.Outras CâmerasAlém dos instrumentos mostrados, Curiosity também carrega um par de câmeras de navegação (Navcams) com visão estereoscópica e a ChemCam (Chemistry and Camera complex), um instrumento altamente sofisticado de espectroscopia laser capaz de vaporizar rochas a 7 metros de distância e registrar sua composição química.Artes: No topo, disposição das câmeras no jipe-robô Curiosity. Na sequência, comparação das imagens feitas pelos diversos dispositivos imageadores. Em seguida, detalhes das câmeras MAHLI e MastCam. Créditos: Nasa/JPL, Apolo11.com. Direitos Reservados É vedada a utilização deste texto Leia nosso Termo de Uso e saiba como publicar este material em seu site ou blog

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

LIKE-FACEBOOK

VISITORS

free counters

solar terrestrial data