A BIODIVERSIDADE ESTÁ AMEAÇADA PELA AÇÃO IMPETUOSA DO HOMEM!

A BIODIVERSIDADE ESTÁ AMEAÇADA PELA AÇÃO IMPETUOSA DO HOMEM!

domingo, 29 de dezembro de 2013

Teria sido descoberta a primeira exolua?

Teria sido descoberta a primeira exolua?


exolua e seu planetaAstrônomos podem ter encontrado a primeira lua fora de nossa sistema solar (exolua) e ela está a 1.800 anos luz da Terra.
Por muito tempo suspeita-se que exoluas existam, o que oferece a tentadora possibilidade de que algumas delas possam ser mundos habitáveis.  Porém, até agora a existência desses corpos celestes não havia sido confirmada.
A [possível] exolua descoberta e seu respectivo exoplaneta foram descobertos vagando pelo espaço, longe de qualquer estrela.
Apesar da maioria dos aproximadamente mil exoplanetas já descobertos terem sido encontrados através da análise da mudança de luz de suas estrelas, alguns poucos foram encontrados por intermédio de uma técnica chamada de ‘microlente gravitacional’.
Quando um objeto passa na frente de uma estrela distante, quando visto da Terra, a gravidade do objeto dobra a luz de uma estrela ao seu fundo, a focando como uma lente e tornando a estrela temporariamente mais brilhante se observada de um ângulo específico.  David Bennet, da Universidade de Notre Dame, no estado de Indiana – EUA, e seus colegas, disseram ter avistado um evento de microlenteem 2011, usando vários telescópios ao redor do mundo.
Primeiramente eles viram o brilho de uma estrela distante ser amplificad0 70 vezes.  Uma hora mais tarde, veio um segundo e menor aumento de brilho.  Isto sugere que um objeto grande passou na frente da estrela, seguido por outro de menor tamanho.  Porém, não está claro se estes dois objetos são realmente um planeta e sua lua.
A equipe de astrônomos levantou dois possíveis cenários para explicar o ocorrido:
No primeiro caso, a dupla de objetos está relativamente próxima ao nosso sistema solar, à uma distância de aproximadamente 1.800 anos luz, e consiste de um planeta com a massa aproximada de quatro vezes a de Júpiter e uma lua com metade da massa da Terra, sendo assim muito mais massiva do que a nossa Lua.  Se isto for verdade, então a equipe descobriu a primeira exolua.
Porém, no segundo cenário, o par de objetos pode estar a uma distância muito mais longe e consiste de uma pequena estrela, ou uma anã marrom, a qual possui em sua órtiba um planeta com a massa de Netuno.
Seja como for, apesar da não confirmação de que este evento tenha mostrado a existência de uma exolua, considerando-se a vastidão do cosmos e pela mera probabilidade, qualquer pessoa pode chegar à inevitável conclusão de que elas existem, assim como existem planetas fora de nosso sistema solar… assim como existe vida fora da Terra.
É só uma questão de tempo para o óbvio vir à tona.
n3m3
Colaboração: DARKBIRD


Leia mais: http://ovnihoje.com/2013/12/27/teria-sido-descoberta-primeira-exolua/#ixzz2ouj5D3y0
Follow us: @ovnihoje on Twitter | ovni.hoje on Facebook

Asteroide recém-descoberto raspou a Terra na segunda-feira

Asteroide recém-descoberto raspou a Terra na segunda-feira



Um asteroide de poucos metros de diâmetro passou perigosamente pela Terra na manhã do dia 23 de dezembro, apenas algumas horas após sua descoberta e sem que houvesse qualquer tipo de aviso de aproximação. Embora pequeno, o impacto poderia causar grandes prejuízos.
asteroide_2013_yb_tabela_asteroides_20131226-100302_big
Batizado de 2013 YB, a rocha passou pelas vizinhanças da Terra às 10h00 da manhã a apenas 26 mil quilômetros de altitude, 10 mil km mais baixo que a linha onde ficam os satélites geoestacionários.
A aproximação ocorreu a menos de sete horas após ter sido detectado pelo telescópio robótico de 630 milímetros de diâmetro do Centro Catalina de Pesquisas do Céu, ligado à Universidade do Arizona.
Fonte do vídeo: apolochannel
Apesar de ter sido detectado no dia 23, a confirmação da descoberta só ocorreu na noite do dia 24, quando objeto já havia se afastado. Essa defasagem acontece devido ao método empregado pelo centro de vigilância, em que a análise das imagens é feita através computadores que comparam os diversos frames na busca de algum objeto móvel.
2013 YB tem aproximadamente 2.2 metros de diâmetro e massa estimada em 13 toneladas e passou pela Terra a uma velocidade relativa de 10.52 km/s. Devido às pequenas dimensões, se atingisse nosso planeta o asteroide seria consumido na atmosfera como uma bola de fogo, liberando energia equivalente a 1000 toneladas de TNT.

Artes: No topo, tabela de objetos próximos alerta para passagem do asteroide 2013 YB, em 23 de dezembro de 2013. Acima, vídeo mostra o momento da aproximação máxima entre a Terra e 2013 YB, quando a rocha chegou a apenas 26 mil quilômetros de distância. Créditos: JPL/NASA, Apolo11.com.
Apolo11.com – Todos os direitos reservados
Colaboração: Sel


Leia mais: http://ovnihoje.com/2013/12/27/asteroide-recem-descoberto-raspou-terra-na-segunda-feira/#ixzz2ouiMenqP
Follow us: @ovnihoje on Twitter | ovni.hoje on Facebook

Sonda Cassini da NASA captura imagens espetaculares de Saturno e sua luas

Sonda Cassini da NASA captura imagens espetaculares de Saturno e sua luas


Formação hexagonal no polo norte de Saturno
Até Cassini ter conferido o planeta de perto, nunca se imaginava que o polo norte de Saturna possuia uma formação hexagonal de nuvens.
Até Cassini ter chego em Saturno, não sabíamos nada sobre os lagos de hidrocarboneto de Titã, o drama ativo dos ‘jatos’ de Enceladus, e os padrões complexos de Saturno“, disse linda Spilker, cientista do projeto Cassini do Laboratório de Propulsão a Jato da NASA, em Pasadena, Califórnia. “Imagens espetaculares como estas realçam o fato da sonda Cassini ter nos presenteou com o conhecimento, o qual estamos empolgados em compartilhar com todo mundo.
Assim começa um artigo no site thedailygalaxy.com,  o qual mostra algumas fotos espetaculares de Saturno e algumas de suas luas, obtidas pela sonda Cassini da NASA, das quais compartilhamos duas delas que são impactantes, pelo menos para aqueles que possuem um interesse em astronomia. 
Como pode ser visto na foto acima, o polo norte daquele planeta mostra uma formação hexagonal das nuvens, o que é totalmente diferente de seu polo sul.
Titã e seus mares.
Titã e seus mares.
Mas talvez a foto que mais impressiona é a da lua Titã, com seus ‘mares e lagos’ de hidrocarboneto, sendo o único corpo celeste em nosso sistema solar, fora a Terra, que possui vasta quantidade de líquido fluindo em sua superfície, embora não seja água.
O interessante é que entre todos os corpos celestes de grande porte em nosso sistema solar (planetas e luas), nenhum é muito similar ao outro, o que denota a diversidade que pode ser encontrada em nosso Universo… e quem sabe, isso nos indica que nem mesmo a vida fora de nosso planeta seja muito idêntica ao que estamos acostumados. 
Embora muito tenha se falado sobre a possibilidade da existência de vida na lua Europa de Júpiter, quem pode descartar com segurança que nos mares e lago de hidrocarboneto de Titã não exista alguma forma de vida totalmente alheia aos conhecimentos agregados pela nossa ciência?  Afinal, quase todos os dias ocorrem quebras de paradigmas e encontramos contradições a muito do que nos tem sido ensinado por séculos.
Lançada em 1997, a sonda Cassini tem explorado o sistema de Saturno por mais de nove anos.  A NASA planeja continuar a missão até 2017, já prevendo muitas outras descobertas sobre o misterioso planeta Saturno e suas luas.
Para ver as fotos de outras luas de Saturno, acesse thedailygalaxy.com.
n3m3


Leia mais: http://ovnihoje.com/2013/12/29/sonda-cassini-da-nasa-captura-imagens-espetaculares-de-saturno-e-sua-luas/#ixzz2ouhxytfr
Follow us: @ovnihoje on Twitter | ovni.hoje on Facebook

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Misterioso objeto interrompe escavação de túnel nos EUA

Misterioso objeto interrompe escavação de túnel nos EUA


Seattle-tunnel-660x385Big Bertha, uma gigantesca máquina de 80 milhões de dólares, escavadora de túneis, a qual está perfurando o subsolo da cidade de Seattle, estado de Washington – EUA, atingiu algo tão rígido, que teve que parar sua missão.
A parada ocorreu há duas semanas, quando a enorme máquina já tinha escavado 300 metros de sua trajetória prevista de quase 3,2 km e estava a aproximadamente 15 metros de profundidade.  Mas até agora não houve nenhum posicionamento sobre o que poderia ter causado o incidente 
Como já era de se esperar, as teorias são abundantes e inclusive há suspeitas de que a máquina atingiu um sítio arqueológico muito importante e a prefeitura esteja desesperadamente tentando encobrir o fato, pois isso poderia acabar com todo o projeto de escavação do túnel que irá acomodar uma auto-estrada por debaixo da cidade. Alguns ainda acreditam que seja algo enterrado há muito tempo por alguma civilização antiga, da qual não sabemos nada a respeito.
Já, o site ufosightingsdaily.com vai mais longe e especula que Big Bertha possa ter atingido a parede de “uma das muitas bases alienígenas deste planeta“, que são alegadas existirem em nosso subterrâneo.  Ainda de acordo com o site, Phil Schneider, que trabalhou para as forças armadas dos EUA na construção de bases subterrâneas até 6,5 km abaixo da superfície terrestre, já viu este tipo de coisa ocorrer, o que acabou sendo ruim para todos..  O site finaliza dizendo: “Phil não é um mentiroso e eu apostaria minha vida neste homem…  …Ele é um bom homem eu posso confiar nele“.
O OVNi Hoje duvida muito que uma civilização alienígena iria construir uma base a 15 metros de profundidade sob uma cidade enorme com Seattle.  Porém, seja lá o que tenha ocorrido, ficaremos de olho caso as autoridades revelem o que possa ter interrompido a perfuração do túnel.
Veja o vídeo, em inglês, sobre o incidente:
Fonte do vídeo: Mister UFO
n3m3


Leia mais: http://ovnihoje.com/2013/12/26/misterioso-objeto-interrompe-escavacao-de-tunel-nos-eua/#ixzz2oczde8f3
Follow us: @ovnihoje on Twitter | ovni.hoje on Facebook

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Popocatépetl e seus OVNIs


Popocatépetl e seus OVNIs


Objetos não identificados pairando por sobre as encostas do Vulcão Popocatéptl.
Objetos não identificados pairando por sobre as encostas do Vulcão Popocatéptl, em 5 de dezembro de 2013, às 10h55.
Já não é novidade para quem acompanha os avistamentos de OVNIs que o vulcão mexicano Popocatépetl é um ímã de atividade ovniológica.
O vulcão, com 5426 metros de altura, situado a 70 km ao sudeste da Cidade do México e cujo nome é a palavra asteca para ‘montanha fumacenta’, tem sido palco de avistamentos a cada vez que entra em atividade, mesmo quando somente exala fumaça.
Vários estudiosos foram e estão no local ainda hoje, a fim de tentar determinar a natureza desses avistamentos misteriosos, inclusive acampando o mais próximo possível da área de atividade. 
Contudo, até agora tudo que se conseguiu foram vídeos e fotos de fenômenos que continuam inexplicáveis.
Veja abaixo vídeos de algumas das atividades que ocorreram este mês:
Fonte do vídeo: UFOvni2012

Fonte do vídeo: Carlos Gonze

Fonte do vídeo:  Omega Centauri UFO
n3m3


Leia mais: http://ovnihoje.com/2013/12/23/popocatepetl-e-seus-ovnis/#ixzz2oLZ8vXVg
Follow us: @ovnihoje on Twitter | ovni.hoje on Facebook

domingo, 22 de dezembro de 2013

Implantes alienígenas: nem mesmo ferramentas de diamante podem cortá-los


Implantes alienígenas: nem mesmo ferramentas de diamante podem cortá-los


Alegado implante alienígena.
Alegado implante alienígena.
O seguinte artigo foi publicado no site A Voz da Rússia e fala sobre um assunto pouco discutido aqui no OVNI Hoje, mas que é de suma importância no estudo dos OVNIs e da visitação extraterrestre:
Pacientes ao redor do globo estão confusos após descobrirem implantes alienígenas em seus corpos, bem como corantes invisíveis ao olho nu por sobre suas peles.
O cientista Steve Colbern disse à Voz da Rússia que estes implantes e corantes não identificados poderiam ser produto do trabalho de seres alienígenas, pois nenhum teste pode concluir onde estas estranhas marcas se originaram.
O dia de trabalho de Steve Colbern e do seu colega, Dr. Robert Leir, não é nada normal.  Ele consiste em atender pacientes que alegam ter sido abduzidos por OVNIs ou alguma entidade alienígena.  Embora os relatos de indivíduos possam ser difíceis de acreditar, não há como negar a evidência factual que permanece por sob suas peles por anos, e até mesmo por décadas.
“…Usamos um detector de metal, para detectar objetos metálicos dentro da pele, o que funciona muito bem“, explicou Colbern para a Voz da Rússia.  Em uma situação onde os implantes estão alojados dentro dos pacientes, alguns preferem que eles sejam removidos, especialmente se eles estão preocupados com futuros problemas de saúde em potencial.
Atualmente, com a ajuda de Colbern e sua equipe, 17 pessoas removeram esses objetos alheios a seus corpos.  Quando estes objetos estranhos são finalmente removidos, eles são então analisados extensivamente para determinar suas propriedades.  “Temos razão para acreditar, a partir dos relatos, que muitos deles medem a informação sensorial dessas pessoas“, explicou Colbern.  Em outras palavras, os objetos que são implantados nas pessoas poderiam estar permitindo aos controladores desta entidade implantadas a ver o que eles estão vendo e a escutar o que estão escutando.
A partir de observações passadas, notou-se que muitos desses objetos possuem uma rede intricada de nano-tubos de carbono, dentro do metal, e também mostrou-se que os dispositivos emitem sinais de rádio.  Ainda, nem todos os objetos emitem um sinal, o que pode indicar que não estejam operando naquele momento.  Também ainda não é conhecido aos humanos se os proprietários desses implantes sejam responsáveis pela ativação e desativação dessa tecnologia sofisticada.
O paciente mais recente de Colbern, um quinquagenário, lembrava o que aconteceu com ele quando tinha aproximadamente 10 anos de idade.  O homem lembrou que estava acampando numa floresta com seus amigos, quando um OVNI o abduziu.  Ele não esqueceu o momento que o implante foi inserido em seu pulso.  Décadas mais tarde, ele ainda tinha aquele objeto em seu corpo, até que Colbern e o Dr. Leir o extraíram.  “O objeto era extremamente duro; nem mesmo ferramentas de diamante podiam cortá-lo e isso é algo que nunca se ouviu falar“, disse Colbern sobre as propriedades do objeto.
Além da solidez do objeto, ele não causava nenhuma inflamação.  Toda a vez que um objeto estranho está dentro de um corpo, ele produz algum grau de inflamação; contudo nenhum dos objetos não identificados em pacientes que alegam ter sido abduzidos produziram alguma inflamação.
Se os estranhos objetos de origem desconhecida não fossem o suficiente, há também diferentes tonalidades de corantes que são deixados sobre a pele de abduzidos.  Colbern tem investigado um corante na cor azul cobalto e que fica na pele do abduzido por aproximadamente um mês.  “É um corante marcador e só pode ser visto sob luz ultravioleta, sendo quase impossível de ser removido quando se tenta limpá-lo“, explicou o cientista.
Apesar das pistas deixadas para trás sobre como os objetos são colocados dentro do corpo de uma pessoa e o porquê do corante invisível ao olho nu, às vezes há lacunas que tornam difíceis a aceitação das descobertas.  Dois de cada três tipos de pessoas que contam seus relatos de abdução alienígena não são confiáveis o suficiente para serem acreditados.  Os cientistas declaram que a primeira classe de pessoas simplesmente são mentalmente doentes e nada aconteceu a eles.  Dentro da segunda classe, as pessoas foram deixadas literalmente insanas pelo que passaram e não podem ser mantidas calmas sobre este respeito.  Há somente uma classe de pessoas que podem ser classificadas como confiáveis.  Estas vítimas tiveram contato alienígena e são capazes de se manterem estáveis psicologicamente, apesar disso – dando maiores detalhes sobre sua jornada.
Como sempre é lembrado aqui neste blog, embora a grande maioria dos casos de relatos sobre contatos com seres alienígenas, ou mesmo simples avistamentos de naves estranhas, não seja factual, não há como negar que há dentro da minoria de casos firmes indicações ao fato de estarmos sendo visitados por uma inteligência externa à nossa.  E as indicações são de que isso vem ocorrendo já há milênios.
n3m3
Colaboração: M3NIS


Leia mais: http://ovnihoje.com/2013/12/22/implantes-alienigenas-nem-mesmo-ferramentas-de-diamante-podem-corta-los/#ixzz2oFyak345
Follow us: @ovnihoje on Twitter | ovni.hoje on Facebook

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Os corvos podem reter o segredo para a compreensão da inteligência de formas de vida extraterrestre

Os corvos podem reter o segredo para a compreensão da inteligência de formas de vida extraterrestre

Crow
Já há muito tempo os cientistas suspeitavam que os corvídeos (corvos, gaios e gralhas) fossem altamente inteligentes.
Agora, neurobiólogos demonstraram como os cérebros dos corvos produzem um comportamento inteligente quando os pássaros precisam fazer uma decisão estratégica, igual aos humanos, apesar da falta de um ancestral comum entre nós.
A pesquisa poderia nos fornecer informações de como funcionam as mentes dos não mamíferos, inclusive de formas de vida extraterrestre.
Lena Veit e o Professor Andreas Nieder, da Universidade de Tubingen em Baden-Wurttemberg, Alemanha, publicaram um estudo na Nature Communications, o qual fornece informações valiosas e empolgantes sobre a evolução paralela de comportamentos inteligentes.
Muitas funções são realizadas diferentemente nos pássaros, porque uma história evolucionária longa nos separa destas criaturas que são descendentes diretos dos dinossauros“, diz Veit. “Isto significa que os cérebros dos pássaros podem nos mostrar uma solução alternativa de como o comportamento inteligente é produzido com uma anatomia diferente“.
Os corvos e primatas possuem cérebros diferentes, mas as células que regulam as tomadas de decisões são muito similares.  Elas representam um princípio geral que reemergiu através da história da evolução.
Bem como podemos tirar conclusões válidas sobre aerodinâmica através da comparação de asas construídas de forma muito diferentes, como as dos pássaros e as dos morcegos, aqui também somos capazes de tirar conclusões sobre como o cérebro funciona, através da investigação das similaridades e diferenças funcionais das áreas relevantes nos cérebros de aves e de mamíferos“, diz o Professor Andreas Nieder.
Os corvos são tão inteligentes, que alguns biólogos estudiosos de comportamento animal têm os chamados de ‘primatas com penas’, porque os pássaros fazem uso de ferramentas, são capazes de lembrar grandes números de locais de alimentação, e planejam seu comportamento social de acordo com o que os outros membros do grupo o fazem.
Este alto nível de inteligência pode parecer surpreendente, porque os cérebros de pássaros são construídos de forma fundamentalmente diferente da dos mamíferos, inclusive dos primatas – os quais geralmente são utilizados para a investigação deste tipo de comportamento.
Os pesquisadores de Tubingen são os primeiros a investigar a fisiologia cerebral do comportamento inteligente dos corvos.  Eles treinaram corvos para executarem testes de memória em um computador.  Foi mostrado aos corvos uma imagem e eles tinha que lembrá-la.  Logo após, eles tinham que selecionar uma ou duas imagens em uma tela ‘touch‘ com seus bicos, baseados em regras de mudanças comportamentais.
Uma das imagens de teste era idêntica à primeira imagem, e a outra diferente.  Algumas vezes a regra do jogo era a de selecionar a mesma imagem, e outras vezes a de selecionar uma imagem diferente.
O corvos foram capazes de executar ambas tarefas e mudar entre elas apropriadamente.  Isso demonstra o alto nível de concentração e a flexibilidade mental  que algumas poucas espécies animais podem ter, e que até exige um certo nível de esforços mesmo para humanos.
As tarefas foram rapidamente executadas pelos corvos, mesmo quando um novo jogo de imagens foi utilizado.  Os pesquisadores observaram a atividade neural no nidopallium caudolaterale, que é uma região do cérebro associada com os níveis mais altos de cognição em pássaros.  Um grupo de células nervosas responderam exclusivamente quando os corvos tiveram que escolher a mesma imagem, enquanto outro grupo de células sempre respondiam quando estavam operando dentro da regra de ‘imagem diferente’.
Através da observação da atividade celular, os pesquisadores foram frequentemente capaz de predizer qual regra os corvos estavam seguindo antes de tomarem suas decisões.
Embora esta pesquisa seja importante para o estudo dos seres vivos em nosso planeta, é possível que os ‘mecanismos’ das inteligências alienígenas sejam tão diversificados quanto o número de grãos de areia em uma praia.
Talvez um dia, possivelmente em breve, saberemos mais sobre isto.
n3m3


Leia mais: http://ovnihoje.com/2013/12/20/os-corvos-podem-reter-o-segredo-para-a-compreensao-da-inteligencia-de-formas-de-vida-extraterrestre/#ixzz2o3aulaJF
Follow us: @ovnihoje on Twitter | ovni.hoje on Facebook

Foi lançado o Projeto Gaia da ESA

Foi lançado o Projeto Gaia da ESA


Projeto GaiaAcaba de ser lançado (09h12 – GMT, 07h12 – horário de Brasília) a sonda Gaia, cujo objetivo primário é o de fazer um levantamento de bilhões de estrelas em nossa galáxia, bem como da nossa ‘vizinhança’, para montar o mapa em 3D mais preciso da Via Láctea, numa tentativa de resolver questões sobre nossas origens e evolução.
O objetivo secundário da missão é o de revelar Gaia como a mais atualizada máquina de descoberta.  Espera-se encontrar dezenas de milhares de planetas além do nosso Sistema Solar, e centenas de milhares de asteroides e cometas dentro dele.
O Projeto Gaia pertence à Agência Espacial Europeia (ESA).
Assista:
Watch live streaming video from eurospaceagency at livestream.com
n3m3
Colaboração: Sr. Spock


Leia mais: http://ovnihoje.com/2013/12/19/foi-lancado-o-projeto-gaia-da-esa/#ixzz2o3aWCF9o
Follow us: @ovnihoje on Twitter | ovni.hoje on Facebook

Asteroide que matou dinossauros pode ter levado a Marte, e além

Asteroide que matou dinossauros pode ter levado a Marte, e além


Representação artística de asteroide próximo à Terra
Representação artística de asteroide próximo à Terra.
O asteroide que dizimou os dinossauros catapultou a vida da Terra até Marte… e até mesmo para as luas de Júpiter.
Pelo menos é isso que dizem os cientistas a respeito do asteroide Chicxulub, o qual caiu na Terra há 66 milhões de anos, ejetando rochas para o espaço ao se chocar com o nosso planeta.  Algumas rochas que carregavam esporos da Terra alcançaram a lua Europa, de Júpiter, que está a 630 milhões de quilômetros de distância.  E centenas de milhares de rochas que poderiam estar carregando consigo vida também foram arremessadas até Marte, alegam os cientistas.
O estudo calculou o número de rochas terrestres grandes o suficiente para abrigar a vida, que foram arremessadas para fora por asteroides nos últimos 3,5 bilhões de anos.  Ele mostra que 26 milhões foram até Vênus – o planeta mais próximo da Terra – enquanto 360.000 chegaram a Marte.
Rachel Worth, da Universidade Penn State – EUA, disse: “Descobrimos que uma rocha capaz de carregar a vida, provavelmente transferiu [rochas], tanto da Terra quanto de Marte, para todos os planetas terrestres no sistema solar, e Júpiter.  Eu ficaria surpresa se a vida não chegou em Marte.  Parece razoável que a algum momento alguns organismos terrestres lá chegaram.  E é possível que os organismos poderiam estar nadando nos oceanos da lua Europa.
Os astrônomos que estudam a panspermia, que é a teoria de que organismos ‘pegam carona’ pelo sistema solar, fizeram uma simulação por computador dessas jornadas interplanetárias.  As rochas devem ter, no mínimo, 3 metros de diâmetro para poderem proteger os esporos de serem destruídos pela radiação solar numa viagem de 10 milhões de anos.  Algumas dessas rochas até mesmo foram arremessadas para fora do sistema solar.
O asteroide do tamanho de uma cidade, que foi dito ter causado a extinção em massa dos dinossauros, caiu em Chicxulub, no México, há aproximadamente 66 milhões de anos.  Seu impacto com a Terra causou erupções vulcânicas e incêndios florestais que ‘afogaram’ o planeta com fumaça e poeira.
——-
Falem o que quiserem, mas eu, particularmente, ainda não estou convencido de que um asteroide dizimou os dinossauros na Terra… e ponto final! 
Mas que impactos de rochas gigantescas podem expelir material para fora da nossa atmosfera, carregando micróbios, esporos, etc., consigo, certamente é algo que se deve considerar.  Sem mencionar que o contrário também possa ter acontecido, com vida sendo trazida de outros corpos celestes na galáxia para dentro do nosso sistema solar.
n3m3
Colaboração: Osnir Carlos Stremel junior


Leia mais: http://ovnihoje.com/2013/12/19/asteroide-que-matou-dinossauros-pode-ter-levado-marte-e-alem/#ixzz2o3a9uHy5
Follow us: @ovnihoje on Twitter | ovni.hoje on Facebook

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Um vôo por sobre mares extraterrestres


Um vôo por sobre mares extraterrestres


Os mares do polo norte de Titã, uma das luas de Saturno.
Os mares do polo norte de Titã, uma das luas de Saturno.
Titã, uma das luas de Saturno, é um dos corpos celestes mais parecidos com a Terra no nosso sistema solar, e é o único, fora o nosso planeta, que possui líquido em forma estável sobre sua superfície.
Contudo, de acordo com os astrônomos, este líquido não é água, pois é muito frio na superfície de Titã para que a água exista neste estado.  Ao invés disso, os lagos e mares de Titã são constituídos de hidrocarbonetos líquidos, na maior parte metano e etano.
O vídeo abaixo, que foi colorido artificialmente, mostra um voo por sobre os mares extraterrestres de Titã, feito pela sonda Cassini da NASA, a qual tem estado em órbita de Saturno e monitorando suas luas desde 2004.  O maior desse mares tem 1.110 km de extensão, com os lagos menores espalhados pela região possuindo 50 km de largura, ou menos.
Veja:
n3m3



Leia mais: http://ovnihoje.com/2013/12/18/um-voo-por-sobre-mares-extraterrestres/#ixzz2ns9oCNJK
Follow us: @ovnihoje on Twitter | ovni.hoje on Facebook

Liberação Planetária AGORA!


Liberação Planetária AGORA!


Planeta TerraO site thepetitionsite.com publicou uma petição eletrônica chamada de ‘Planetary Liberation NOW!’, ou ‘Liberação Planetária AGORA’ em português, a qual foi trazida à nossa atenção por um de nossos leitores. 
Veja abaixo a tradução do texto que acompanha a publicação, seguido de um Editorial OVNI Hoje:
Estamos todos cientes que há forças dentro do estabelecimento bancário, do complexo industrial-militar e também dos planos não físicos, os quais não desejam que a humanidade seja livre.  Eles roubaram nosso dinheiro.  Eles envenenaram nossos alimentos. Eles estão tentando tomar a nossa liberdade.  Eles estão tentando tirar a nossa felicidade. Nós não os deixaremos.
Há também forças benevolentes, originárias além da superfície deste planeta, tais quais os Peliadianos, os Sirianos, os Andromedanos, os Agartianos e o Movimento de Resistência, que estão dispostas a nos assistir nos processo de liberação do planeta.  Eles estão dispostos a apoiar a população humana, para retornar novamente a justiça e mudar os sistemas legais corruptos pelo mundo todo, criar um novo sistema financeiro transparente e justo, trazer novastecnologias avançadas e limpas para a humanidade e revelar a informação escondida sobre a existência de raças extraterrestres e a real história da raça humana.
Eles estão oferecendo uma pareceria co-criativa para a humanidade, porque desejam que o nosso planeta se una à sociedade galáctica civilizada.  Para tomar o próximo passo em direção ao seu desacobertamento público, eles necessitam um certo grau de concordância com sua proposta, para uma parceria com a população da superfície deste planeta.  Este é o propósito da nossa petição.
Se você deseja um desacobertamento total destas forças benevolentes e uma parceria completa com eles, então assine esta petição.
Quando alcançarmos a meta de 144.000, as forças benevolentes da Luz darão o próximo passo no processo de desacobertamento.
——-
O OVNI Hoje coloca esta informação aqui para apreciação de nossos leitores, meramente por se tratar de um assunto diretamente relacionado ao nosso tema.  Contudo, não afirmamos que as declarações da petição sejam verdadeiras.
Colocando agora a minha opinião pessoal, mesmo que sejam coletadas 1 milhão de assinaturas, não será desta forma que o desacobertamento da realidade da visitação extraterrestre ocorrerá.  O caso é muito mais complexo e envolve uma disputa de poderes de ordem gigantesca.
Vale também notar que o número de assinaturas a ser alcançado, 144.000,  escolhido pela pessoa que deu início à petição, parece ser diretamente relacionado a um número bíblico mencionado no livro do Apocalipse.  Isto seguramente foi feito de caso pensado, para que fosse despertado o interesse das pessoas para assinarem a petição.
Até a data da publicação deste artigo, o número de assinaturas estava em 11.925.
n3m3
Colaboração: Pedro Fiorilo



Leia mais: http://ovnihoje.com/2013/12/18/liberacao-planetaria-agora/#ixzz2ns9Rzdo4
Follow us: @ovnihoje on Twitter | ovni.hoje on Facebook

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Físicos dizem que o Universo pode entrar em colapso a qualquer momento


Físicos dizem que o Universo pode entrar em colapso a qualquer momento


O Universo pode entrar em colapso a qualquer momentoO Universo poderia estar prestes a entrar em colapso, e tudo dentro dele – inclusive nós – seria comprimido ao tamanho de uma pequena bola rígida.  De acordo com físicos teóricos, o processo já pode ter começado em algum lugar de nosso cosmos e estar ‘comendo’ o resto do Universo.
Este conceito desconcertante foi proposto já há algum tempo, mas agora os pesquisadores na Dinamarca alegam ter provado esta possibilidade, através de equações matemáticas.
A base da teoria é a de que, mais cedo ou mais tarde, uma mudança radical nas forças do Universo irá causar com que cada partícula dentro dele fique extremamente pesada.  Tudo – mesmo um grão de areia, todos os planetas e todas as galáxias – se tornará bilhões de vezes mais pesado do que é agora. A teoria sugere que o novo peso irá esmagar toda a matéria, tornando-a em uma pequena, pesada e super quente bola, fazendo com que o Universo, tal qual o conhecemos, não exista mais.  Este violento processo é chamado de ‘transição de fase’ e é similar ao que acontece, por exemplo, quando a água se transforma em vapor, ou um ímã se aquece, perdendo sua força.
De acordo com a teoria de Higgs, uma transição de fase como esta ocorreu há um décimo de bilionésimo de segundo após o Big Bang, causando uma mudança no tecido do tempo-espaço.  Durante esta transição, o espaço vazio fica repleto de uma substância invisível que agora conhecemos como o campo Higgs.  Algumas partículas elementares interagem com este campo, ganhando energia no processo, e esta energia intrínseca é conhecida como a massa de uma partícula.
Através do uso de equações matemáticas, os pesquisadores da Universidade do Sul da Dinamarca descobriram que o campo Higgs poderia existir em dois estados, bem como a matéria pode existir no estado líquido ou no sólido.  No segundo estado, o campo Higgs é bilhões de vezes mais denso do que os cientistas já observaram.  Se este campo Higgs ultra-denso existir, então uma ‘bolha’ deste estado poderia aparecer repentinamente em um certo lugar do Universo, a qualquer momento, similarmente como ocorre quando você ferve a água.  A bolha então expandiria à velocidade da luz, penetrando por todo o espaço, e mudando o campo Higgs do estado que se encontra agora, para um novo estado.  Todas as partículas elementares alcançarão uma massa muito mais pesada do que as que estão fora da bolha, e se atrairiam mutuamente para formar centros de super massa.
Muitas teorias e cálculos predizem tal transição de fase – mas há algumas incertezas nos cálculos anteriores“, disse Jens Krog, estudante PhD da Universidade do Sul da Dinamarca. “Agora executamos cálculos mais precisos, e vemos duas coisas: Sim, o Universo provavelmente irá entrar em colapso e, um colapso é ainda mais provável do que os cálculos antigos previram.
n3m3


Leia mais: http://ovnihoje.com/2013/12/17/fisicos-dizem-que-o-universo-pode-entrar-em-colapso-qualquer-momento/#ixzz2nmuhfUhq
Follow us: @ovnihoje on Twitter | ovni.hoje on Facebook

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Informação circulando na Internet alega que russos sabem a respeito de ETs já há décadas


Informação circulando na Internet alega que russos sabem a respeito de ETs já há décadas


autopsia de ETRecentemente tem circulado pela Internet o fantástico relato de um OVNI que, alegadamente, sofreu um acidente em 1969 e foi resgatado pelos militares russos.  Também é dito que um alienígena morto foi retirado dos destroços e feito nele uma autópsia.
Contudo, devemos informar que o relato não é algo novo.  A primeira vez que este alegado incidente veio à tona foi em 1998, em um especial publicado pela TNT chamado de “The Secret KGB UFO Files” (no Brasil, ‘Conexão Russa’).  Este documentário, que foi narrado em inglês pelo ator Roger Moore (James Bond das décadas de 70 e 80), também foi publicado aqui no OVNI Hoje em 2010.  Veja:http://ovnihoje.com/2010/11/04/ufos-conexao-russa
De qualquer forma, veja abaixo o que está circulando pela Internet, mostrando como exemplo um artigo publicado no site A Voz da Rússia:
De acordo com informações, os russo já sabem a respeito de civilizações alienígenas por várias décadas.  Para muitos isto não é uma surpresa, pois esses rumores existem por muitos anos.  O primeiro contato russo com uma alegada civilização alienígena de greys ocorreu em 1942.  Na época, uma série de visitas diplomáticas para discutir assuntos de interesse mútuo foram planejadas, segundo alegados documentos russos, bem como foi firmado um tratado.
Segundo o documento 072 / E, na reunião de 1961, houve um incidente envolvendo 3 questões, devido à violação do acordo pelos oficiais em uma base militar, quando descobriram que sua chegada foi filmada com um aparelho oculto, sem seu consentimento.  Sob o tratado de 23/04, as reuniões seriam confidenciais e não seriam permitidas filmagens nem fotos.
Em 1969, no estado de Sverdlovsky, foi relatado a queda de um OVNI.  Alega-se que o OVNI acidentou-se e foi resgatado pelos militares russos.  Há um vídeo mostrando o resgate, com tomadas aproximadas do OVNI.  Havia um alienígena morto dentro da nave.  Os restos do ET e os destroços do OVNI foram levados para um lugar segura na Rússia, onde o disco foi analisado e uma autópsia conduzida no corpo. (As mesmas cenas mostradas no documentário ‘Conexão Russa‘).
De acordo com o jornal Pravda, a KGB tinha uma unidade especialmente dedicada a agregar e monitoras todas as informações a respeito de fenômenos místicos e inexplicáveis reportados dentro e fora da União Soviética…
Vale lembrar que a maioria dos pesquisadores do fenômeno considera este relato como sendo uma farsa, embora não pareçam haver inconsistências na filmagem.
Mesmo se este relato for falso, não há porque duvidar que a antiga União Soviética possuía muitas informações críticas a respeito do fenômeno dos OVNIs, as quais hoje ainda devem estar bem guardadas a sete chaves e nas mentes de alguns poucos escolhidos na Rússia e repúblicas que constituíam esta ex-potência mundial.
Veja abaixo o segmento de vídeo mostrando o resgate e a autópsia do alegado ET:
Fonte do vídeo: GizE3H
n3m3
Colaboração: Marcos, Peregrínus


Leia mais: http://ovnihoje.com/2013/12/14/informacao-circulando-na-internet-alega-que-russos-sabem-respeito-de-ets-ja-ha-decadas/#ixzz2ngIHQxwv
Follow us: @ovnihoje on Twitter | ovni.hoje on Facebook

Seria o Universo um holograma? Simulações indicam que sim


Seria o Universo um holograma? Simulações indicam que sim


At a black hole, Albert Einstein's theory of gravity apparently clashes with quantum physics, but that conflict could be solved if the Universe were a holographic projection. Artist's impression by Markus Gann/Shutterstock
Num buraco negro, a teoria gravitacional de Einstein aparentemente entra em conflito com a física quântica, mas este conflito poderia ser resolvido se o Universo fosse uma projeção holográfica.
Impressão artística por Markus Gann/Shutterstock
Uma equipe de físicos japoneses forneceram algumas das mais claras evidências já apresentadas de que o nosso Universos seja somente uma grande projeção.
Em 1997, o físico teórico Juan Maldacena propôs que um modelo audacioso do Universo, onde a gravidade se originaria de ‘cordas’ vibrantes, infinitesimalmente finas, poderia ser reinterpretado em termos de física bem estabelecida. O mundo matematicamente intricado das ‘cordas’, as quais existem nas nove dimensões do espaço, mais a dimensão de tempo, seria meramente um holograma: a ação real estaria num cosmos mais simples e achatado, onde não há gravidade.
A idéia de Maldacena deixou os cientistas eletrizados, porque ela oferece uma forma de solidificar a ‘teoria das cordas’, a qual é popular, todavia não comprovada, e porque ela resolveria as inconsistência entre a física quântica e a teoria gravitacional de Einstein.  Ela forneceu aos físicos uma pedra de Rosetta matemática, que os permitiu fazer a tradução entre duas linguagens, e a resolver problemas num modelo que parecia intratável no outro, e vice-versa.  Mas a validade das idéias de Maldacena foram deixadas de lado desde então, e uma prova rigorosa tem sido elusiva.
Nos dois documentos publicados no repositório arXiv, Yoshifumi Hyakutake e seus colegas, da Universidade do Japão, agora fornecem, se não uma prova real, pelo menos uma evidência convincente de que as conjecturas de Maldacena são verdadeiras.
Em um estudo, Hyakutake computa a energia interna de um buraco negro, a posição de seu ‘evento do horizonte (a fronteira entre o buraco negro e o resto do Universo), sua entropia e outras propriedades baseadas nas previsões da teoria das cordas, bem como os efeitos das assim chamadas partículas virtuais que continuamente surgem e desaparecem da existência.  No outro, ele e seus colaboradores calculam a energia interna dos cosmos correspondentes de dimensões menores, sem nenhuma gravidade.  Os dois cálculos computacionais combinam.
Parece ser a computação correta“, diz Maldacena, que agora está no Instituto para Estudos Avançados em Princeton, Nova Jersey – EUA, mas não contribuiu para o estudo da equipe japonesa.

Mudança de regime

As descobertas “são uma forma interessante de testar muitas idéias na gravidade quântica e teoria da cordas“, adicionou Maldacena.  Os dois estudos, ele nota, são a culminação de uma série de artigos contribuídos pela equipe japonesa nos últimos anos.  “Toda a sequência de documentos é muito agradável, porque ela testa a natureza dupla dos universos em regimes onde não há testes analíticos.
Nenhum dos modelos de universo explorados pela equipe japonesa se assemelha ao nosso, aponta Maldacena. Mesmo assim, diz Maldacena, a prova numérica de que estes dois mundos, aparentemente muito diferentes, sejam na verdade idênticos, fomentam a esperança de que as propriedades gravitacionais do nosso Universo possa um dia ser explicada por um cosmos mais simples, puramente em termos de teoria quântica.
n3m3
Colaboração: M3NIS


Leia mais: http://ovnihoje.com/2013/12/15/seria-o-universo-um-holograma-simulacoes-indicam-que-sim/#ixzz2ngI05ant
Follow us: @ovnihoje on Twitter | ovni.hoje on Facebook
Ocorreu um erro neste gadget

LIKE-FACEBOOK

VISITORS

free counters

solar terrestrial data