A BIODIVERSIDADE ESTÁ AMEAÇADA PELA AÇÃO IMPETUOSA DO HOMEM!

A BIODIVERSIDADE ESTÁ AMEAÇADA PELA AÇÃO IMPETUOSA DO HOMEM!

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

Cientistas identificam meteorito mais antigo de Marte já encontrado na Terra

Cientistas identificam meteorito mais antigo de Marte já encontrado na Terra


A "Beleza Negra".
A “Beleza Negra”.
Segundo cientistas, uma rocha negra descoberta no Deserto do Saara pode ser o meteorito mais antigo de Marte que já foi encontrado.
Pesquisas anteriores sugeriam que a rocha tinha cerca de 2 bilhões de anos, mas novos exames mostram que a rocha, apelidada de “Beleza Negra”, tem mais de 4 bilhões de anos e teria se formado nos primórdios de Marte.  Este meteorito é formado por cinco fragmentos.
Esta (rocha) nos conta sobre uma das épocas mais importantes da história de Marte“, disse, Munir Humayan, professor da Universidade Estadual da Flórida (EUA) e autor da pesquisa. “É quase certo (que a rocha) veio das terras altas do sul, um terreno cheio de crateras que forma o hemisfério sul de Marte“, continuou. “A crosta de Marte deve ter mudado muito rapidamente com o passar do tempo.”
Houve um grande episódio vulcânico em toda a superfície, que então formou uma crosta e, depois disso, a atividade vulcânica teve uma queda dramática“, prosseguiu Humayan. “Quando isso aconteceu, devia haver água na forma gasosa, dióxido de carbono, nitrogênio e outros gases para produzir uma atmosfera primordial, além de um oceano primordial. É um período de tempo muito empolgante – se houve vida em Marte, a origem seria neste período em particular“, acrescentou o cientista.
Até hoje, foram encontrados cerca de 100 meteoritos marcianos na Terra, a maioria deles sendo bem mais jovem do que a “Beleza Negra”, datando de 150 milhões a 600 milhões de anos.  A hipótese é a de que essas rochas teriam caído na Terra após um asteróide ou cometa ter se chocado contra a superfície de Marte e ejetado as rochas para o espaço, as quais acabaram caindo na Terra.
Humayan diz que agora planeja com sua equipe analisar a rocha para procurar vestígios de algum tipo de vida marciana. Mas, segundo o professor, enquanto a rocha permaneceu no deserto do Saara, pode ter sido contaminada por organismos vivos da Terra.
Veja abaixo um vídeo liberado pela NASA, mostrando a evolução de Marte, desde quando era um jovem planeta e tinha um atmosfera espessa, sendo quente o suficiente para suportar oceanos de água líquida, passando por vários períodos até os dias de hoje, quando o planeta se torna árido:
Fonte do vídeo: NASA Goddard
n3m3
Fonte das informações: noticias.uol.com.br


Leia mais: http://ovnihoje.com/2013/11/22/cientistas-identificam-meteorito-mais-antigo-de-marte-ja-encontrado-na-terra/#ixzz2lP2xsCb9
Follow us: @ovnihoje on Twitter | ovni.hoje on Facebook

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget

LIKE-FACEBOOK

VISITORS

free counters

solar terrestrial data